Como lidar com nossas emoções e nossos filhos após um dia cansativo

Sabe aquele dia estressante? Dia que tudo, ou quase tudo, deu errado? Dia que você se exauriu por tanto se esforçar para que tudo não terminasse ruim no trabalho? Nesse dia, você chega em casa, muito cansado, sem forças para brincar com o filho ou até mesmo nervoso com todo o processo vivido. Acredite, exatamente nesse dia seu filho fará de tudo para lhe chamar a atenção. Ele solicitará sua presença em brincadeiras e quando você não o corresponder, ele fará de tudo para ser visto por você. Será exatamente nesse dia que a criança espalhará todos os brinquedos, aumentará o tom de voz, vai sair pulando pela casa e fazendo aquela bagunça no ambiente e se tudo isso não der certo, ele vai começar a fazer tudo ao contrário da rotina diária. Sério? Sim!!! Seu filho vai negar ir para o banho, não irá fazer a refeição tranquilamente e fará de tudo para não dormir.

Nesse dia, sua paciência acabou no trabalho e é exatamente em casa que você vai explodir. Sabe aquele momento que quando percebe, já falou alto demais (gritou) com seu filho? Ou o puxou pelo braço e levou para o banho forçadamente? Sim. Por mais perfeito que você seja, um dia você vai errar! Não se culpe, apenas aprenda uma coisa: Isso tudo só vai piorar a situação. Será um estresse geral e a família inteira vai pirar.

Esses dias existem e felizmente não acontecem sempre. Diante de um dia totalmente estressante, chegue em casa e compartilhe com seu filho tudo o que ocorreu. Diga a ele o quanto foi difícil o dia e compartilhe seus sentimentos e emoções atuais. Acredite, as crianças são seres humanos dotados de empatia. Seu filho irá compreender e até mesmo lhe ajudar a finalizar o dia de forma mais leve e tranquila. O diálogo, é o primeiro passo para o sucesso em qualquer relação. Compartilhando suas emoções e frustrações, você também estará ensinando ao seu filho, através de sua vivência, a lidar e superar as adversidades. As crianças precisam entender que nem tudo é perfeito e que no dia a dia todos enfrentamos problemas. Não poupem seus filhos de frustrações, elas são importantes e necessárias para um crescimento saudável e feliz.

Comentários

Faça login no Facebook para comentar.