24 de Junho – Dia de Conscientização da Fissura Labiopalatina

São muitos motivos para comemorar. Mamães e Papais de crianças que nasceram com fissuras irão me entender melhor. São muitos aplausos para cada assopro, para as sugadas na mamadeira, no copinho e canudinho, muita festa e comemoração para cada palavrinha falada de forma correta e muita gratidão em cada fase concluída com sucesso.

Escolhi essas fotos, cheia de orgulho, amor e gratidão. Desde a descoberta da fissura, até hoje, só tenho a agradecer por todos os profissionais envolvidos no cuidado e desenvolvimento pleno da minha princesinha.

01 a cada 650 bebês nascidos vivos no Brasil possuem essa má formação que é caracterizada pela abertura na região do lábio, podendo se estender pelo palato. A fissura é caracterizada pela falha no fechamento dos tecidos do lábio e palato durante a formação do embrião.

O tratamento de crianças que nasceram com fissuras é multidisciplinar, envolve pediatra, psicólogo, fonoaudiólogo, nutricionista, dentista, cirurgião plástico e otorrino. Cada caso deve ser tratado dentro de suas particularidades e demandas.

É importante ressaltar que a criança devidamente acompanhada por esses profissionais tende a superar e vencer os desafios dessa má formação e levar uma vida saudável, feliz e sem limitações.

Comentários

Faça login no Facebook para comentar.